Na primeira sessão do ano na Câmara Municipal de Vereadores, que ocorreu na segunda-feira (04), um dos tópicos que gerou discursos acalorados dos parlamentares foi um projeto que nem está na casa. De autoria do Executivo, trata-se do pedido de autorização ao Legislativo para que o município possa contrair empréstimo de R$ 40 milhões, dinheiro que seria utilizado para revitalização de ruas e avenidas nos bairros Centro, Machados e São Domingos. Distante do debate efervescente na casa legislativa, a prefeitura incluiu no projeto a previsão de obras também na praia do Gravatá.

Durante os apartes entre vereadores, o bloco de oposição ao governo e também alguns situacionistas – em tom de críticas, entraram nas discussões, havendo quem indagasse se o prefeito Emílio Vieira (PSDB) teria capacidade de entregar todas as obras dentro do seu mandato. Cirino Adolfo Cabral Neto (MDB) lembrou, quando fez uso da palavra, que o ex-prefeito Moacir Alfredo Bento (Ci), antecessor de Roberto Carlos de Souza, deixou diversos recursos em caixa para obras inacabadas de seu governo, mas que foram finalizadas e inauguradas pelo sucessor, e que a questão nada mais é do que o princípio da continuidade no serviço público. Como exemplo, o calçadão da praia, projeto que iniciou com Adherbal Ramos Cabral (Deba), foi aprovado com Ci, inaugurado por Roberto e provavelmente ainda hoje pago por Emílio.

Jassanan Ramos (MDB) apontou os problemas de mobilidade no bairro onde mora, o São Pedro, mas apesar disso deixou claro que “é preciso deixar a política de lado, para que Navegantes fique em primeiro lugar”. Ele frisou que se for beneficiar a cidade, irá votar favorável ao projeto.

Relação de obras

Ainda conforme Cirino, ele teria checado com a procuradoria jurídica e a reportagem de O Navegantes também apurou que o projeto pedindo a aprovação do empréstimo elenca todas as obras que serão realizadas. Uma delas, inserida recentemente no documento, é o projeto ambiental e licenciamento do engordamento da faixa de areia na Praia de Gravatá.

Comentários

Liço Ricobom (PSD) criticou o empréstimo para as obras de mobilidade e afirmou ter trocado de lado, se identificando como oposição. Zé do Bairro São Paulo (PSD) afirmou que irá fiscalizar a questão, pois alega haver necessidades no bairro que ajudou a elegê-lo. Paulo Rodrigo Melzi (PSD) foi quem iniciou o tema, ao entrar com proposição solicitando dados referentes ao impacto financeiro das obras, incluindo prazos e modos de pagamento. Murilo Cordeiro (PT) disse que primeiro quer conhecer o projeto para decidir se vota favorável ou não, afirmando que não fará oposição só por fazer.

 O projeto

Apesar das discussões acaloradas, de acordo com o secretário de administração Márcio da Rosa, a minuta do projeto está sendo encaminhada para a agência da Caixa Econômica para análise. Apenas quando retornar o projeto será encaminhado ao Legislativo.

Prefeito Emílio

Conforme o prefeito Emílio Vieira, “todas essas ruas que estão contempladas no projeto são muito antigas, com drenagem inadequada para o número de pessoas que residem ou tem comércios nesses locais. Em períodos de muita chuva não suportam, causando alagamentos e buracos nas vias e passeios”. De acordo com o edil, essas vias “estão no limite da capacidade para o tráfego intenso de pessoas e veículos”.

Recuperação da orla

Segundo o prefeito, o projeto ambiental e licenciamento do engordamento da faixa de areia da praia do Gravatá foram inseridos no processo, em razão da necessidade de se dar continuidade à recuperação da orla e que conta com o apoio de empresários da cidade, por meio do instituto Renova Navegantes, que doou o projeto de recuperação da faixa de areia da praia do Gravatá ao município.

Pedido de apoio

“Essa obra deve beneficiar muito a cidade e alavancar o turismo, o comércio local e estimular a instalação de novos investimentos em Navegantes. Necessitamos do apoio de todos nesse sentido”, disse Emílio. “Agora precisamos do apoio dos vereadores para aprovação desse projeto que deve mudar o cenário e o futuro da nossa cidade”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA