O Navegay deste ano reuniu 150 mil pessoas na beira mar de Navegantes, porém a noite não terminou em festa para um dos foliões, que foi agredido quando estava prestes a ir embora da festa e, após cinco dias internado, acabou falecendo. Até o momento, as autoridades policiais não têm nenhuma pista de quem são os agressores.

Alexsandro da Luz Ferreira, de 35 anos, é gaúcho, mas residia em Blumenau. Já era a reta final da festa quando o rapaz esbarrou em um homem e derrubou sua cerveja, na Praça da Praia Central. Segundo um amigo que prestou depoimento à Polícia Civil, eles chegaram a discutir, mas o homem foi embora. Mais tarde, entre as 21h30 e 22h, Alexsandro teria ido até a faixa de areia da praia, quando cerca de 10 homens, de acordo com testemunha, começaram a espancar a vítima com vários chutes e socos na cabeça, até ela desmaiar. A testemunha chamou ambulância e seguranças para auxiliar o rapaz, que foi levado ao hospital.

Os documentos de Alex foram roubados, então deu entrada como indigente no hospital. Lá, permaneceu durante cinco dias, até que veio a falecer no último domingo (05).

Rodrigo Coronha

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para apurar o caso. O delegado Rodrigo Coronha pediu as imagens das câmeras de segurança da Polícia Militar para ver se consegue identificar os agressores. Caso não haja sucesso, ele irá ceder as filmagens para a imprensa, na esperança de uma identificação por terceiros por meio do disque denúncia, no número 181.

Indignação

Nas redes sociais, parentes e amigos demonstram indignação. Foi até criada uma página no Facebook, chamada “Alex Luz Justiça”, que pede por justiça e que as autoridades prendam os responsáveis pela morte do rapaz.

Outra ocorrência

Já na segunda-feira (06), uma mulher de 29 anos foi presa no bairro São Paulo por comercialização de entorpecentes. A assessoria da Polícia Militar não revelou o nome da detida.

Os fatos

Por volta das 19h, uma guarnição da PM fazia uma ronda pelo bairro quando recebeu a informação de que alguém estaria vendendo drogas pelas redondezas. Juntamente com o Pelotão de Patrulhamento Tático, a PM entrou no Beco do Pontal e flagrou a entrega de entorpecente de uma mulher a outro homem, que estava lhe entregando uma quantia em dinheiro. O rapaz conseguiu fugir, mas deixou cair nas proximidades duas porções de crack. A mulher foi detida, juntamente com R$ 20 na mão e mais R$ 30 na sua moto Honda/Biz, cor branca, de placa QHE-3586.

Celular

Também foi encontrado um celular no chão. Os policiais checaram as fotos contidas no aparelho e constataram drogas e uma arma em uma quitinete conhecida já por eles, localizada na rua Manoel Alexandre de Souza, nº 846.

Apreensões

No local, os policiais encontraram no armário do quarto 13 tabletes de maconha, capa de colete tático, oito porções de pedras de crack (totalizando 950 gramas da droga), um revólver calibre 38 municiado com quatro balas, a carteira nacional de habilitação da traficante. Na cozinha, eles encontraram um caderno de anotações, uma balança de precisão e duas facas com resquícios de maconha. Tanto a mulher quanto o material apreendido foram encaminhados para a Central de Plantão de Polícia de Itajaí, e lá foram tomadas as providências cabíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA