Na próxima segunda-feira (18) acontece a primeira edição do ano da Pizza Solidária, no Top Haus, em Gravatá, as 19h. Parte dos valores cobrados para os rodízios nesse dia serão encaminhados para ajudar no tratamento do garoto Josué Francisco Luciano, que completou 11 anos na última quarta-feira (13). O menino é diagnosticado com paralisia cerebral espástica associada à deficiência mental moderada.

A Pizza Solidária é uma parceria entre o Top Haus e a Turma do Focinho Feliz, que busca ajudar tanto famílias carentes quanto na causa animal. A voluntária do grupo, Sorilei Thiele Dapper, e o sócio do estabelecimento, Fábio Belleli, foram procurados pelos familiares de Josué. A família é carente e não tem condições de custear as diversas despesas do garoto, que precisa realizar inúmeras consultas e exames. Alguns são oferecidos pelo SUS, porém a fila de espera é grande e demorada. Outros exames de sangue serão realizados pela saúde pública, como T4, TSH, TGO, TGP, hemograma completo, ureia, creatinina e glicemia de jejum.

O que precisa?

Entre as necessidades de Josué estão: consulta com neurologista; avaliação psicológica com aplicação de WISC IV; ressonância magnética de crânio com sedação; eletroencefalograma em vigília e sono espontâneo com ou sem fotoestímulo (EEG); raio x coluna torácica panorâmica frontal sentado; raio x coluna dorso lombar lateral sentado; raio x quadril frontal panorâmica em pé.

O que é?

A Pizza Solidária contempla rodízio de pizzas, buffet de massas e sorvete a vontade pelo valor de R$ 29,90 por pessoa. Deste montante, R$ 10 serão doados à família de Josué.

Prestou contas

A Turma do Focinho Feliz revelou, também, a prestação de contas de 2018. Ao longo do ano passado, foram repassados para famílias e outras organizações o montante de R$ 27.523,00, sendo mais de R$ 18 mil somente com a arrecadação de oito edições da Pizza Solidária.

Causa animal

Segundo balanço divulgado pelo grupo do terceiro setor, foram realizadas ainda 313 castrações (sendo 29 delas realizadas com o Departamento de Assistência e Bem-Estar Animal – Daba do município), 76 adoções, três consultas de plantão, 37 consultas, 13 exames de raio x (um deles realizado pela prefeitura), sete hemogramas, 43 diárias de internação, cinco exames de pele, 26 resgates, duas cirurgias de amputação de pata, uma cirurgia de hérnia, três cirurgias de retirada de tumor, cinco cirurgias ortopédicas, um otohematoma, medicação para 52 cães, 94 vacinas V8 (três delas via Daba), 37 banhos e 1008 kg de ração.

DEIXE UMA RESPOSTA