A Secretaria de Saúde de Navegantes está se preparando para uma série de ações em decorrência ao Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Virais, que é celebrado no dia 28 de julho. Para tal, haverá treinamento interno dos funcionários da pasta, mobilização nos postos de saúde e atendimento itinerante pelo município para realização de testes rápidos para identificar a enfermidade.

A partir de hoje, sexta-feira (06), inicia-se o treinamento dos médicos, enfermeiros e agentes comunitários da saúde sobre o diagnóstico precoce da doença e mais detalhes sobre a mesma. A principal atividade referente à população é o CETA Itinerante, que começa no dia 11 de julho nos postos de saúde Central e São Pedro, estendendo-se até o dia 20 de julho.  Equipes do Centro Epidemiológico de Testagem e Aconselhamento irão percorrer 14 unidades de saúde ao todo para disponibilizar aos munícipes testes rápidos para detecção das hepatites B e C.

Conforme aponta a coordenadora do CETA, a enfermeira Helena dos Santos Soares, o objetivo é ajudar as pessoas a obterem o diagnóstico precoce, já que a hepatite viral é uma doença silenciosa, portanto demora para se manifestar e muitas pessoas nem desconfiam que são portadoras do vírus. Em caso de resultado positivo, a equipe do CETA realiza o encaminhamento médico na hora.

Histórico

Em 2017, foram registrados 26 novos casos das duas hepatites em Navegantes. Neste ano, foram nove até o momento. Hoje há 225 pacientes em tratamento para a hepatite C, contra 210 da hepatite B. Para combater a doença, o paciente precisa passar por consulta médica, fazer exames e aí é determinado o tipo de tratamento que receberá. Na maioria dos casos, ele é feito através de medicamentos/comprimidos fornecidos pelo Ministério da Saúde. Há também a opção de injetável, mas não há nenhum paciente que esteja utilizando esse método no município.

O que é?

A hepatite é a inflamação do fígado e pode ser danosa ao portador, correndo o risco de agravar os danos no órgão que abriga o vírus, resultando em cirrose ou câncer, por exemplo.

Transmissão

As hepatites B e C são doenças transmitidas pelo contato sexual ou com sangue. Para se prevenir, a pessoa de usar preservativos na hora do sexo, tomar as três doses da vacina da hepatite B (serve contra a B e a D), e não compartilhar material de uso pessoal tais como lâminas de barbear, escova de dente, alicates de cutícula, entre outros. Não existe vacina para a hepatite C.

DEIXE UMA RESPOSTA