Na temporada de verão, Navegantes conta com uma novidade na Praia Central. O Corpo de Bombeiros Militar, em parceria com o Instituto Portonave, deu vida ao projeto do posto guarda-vida feito em um contêiner. O município é o primeiro do estado a ter o novo modelo de posto, que foi entregue para a corporação na última sexta-feira (13).

A estrutura é muito parecida com a de posto de alvenaria. O contêiner, que fica na vertical, tem na parte de cima o posto de observação, enquanto na parte de baixo fica o banheiro.

O posto de contêiner tem vários pontos positivos. O primeiro deles é a questão ecológica, já que este modelo não traz impacto nenhum ao meio ambiente. Para tal, foi escolhido, junto com a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fuman), o local mais apropriado para a instalação do posto – neste caso, foi optado por um ponto na Praia Central, ao lado do campo de futebol, respeitando a área de restinga ao redor do espaço.

O custo também parece ser um dos atrativos. Segundo o comandante dos Bombeiros Militares em Navegantes, o capitão Maico Francisco de Alcântara, o valor da construção é menor do que os tradicionais. Um posto de alvenaria sai em torno de R$ 28 mil a R$ 30 mil, enquanto o de contêiner saiu por volta de R$ 23 mil.

Contra o vandalismo

Outra importante questão é a do vandalismo, frequente nos postos de Navegantes. O posto contêiner é móvel, podendo ser retirado durante a baixa temporada no inverno e realocado para a sede dos bombeiros, a fim de evitar depredações, além de ser mais resistente contra ressacas. Para a temporada deste ano, foi necessário o uso de R$ 50 mil do Fundo Municipal de Bombeiros de Navegantes para custear os reparos nos seis postos de alvenaria e os 11 de madeira – chamados cadeirões.

Caso os resultados com o posto de contêiner sejam positivos, a ideia é transformar em tendência no município e passar a criar outros postos iguais.

O posto

A unidade de observação foi construída em um contêiner de 20 pés, colocado verticalmente. A estrutura é em alumínio e possui isolamento térmico. O local tem banheiro com chuveiro para os guarda-vidas, estrutura de fossa e uma parte aberta (mirante) para observação da praia.

Temporada

Em razão da temporada de verão, desde o dia 1º de outubro alguns postos foram ativados durante o fim de semana. Segundo o capitão Alcântara, gradativamente a presença dos bombeiros foi se fazendo presente nas praias, sendo que neste período a corporação trabalha com todo o efetivo nas areias, já que o acúmulo de turistas e veranistas é grande, desde os últimos dias de dezembro de 2016.

Atenção

O comandante dos Bombeiros aproveita para relembrar alguns cuidados na hora de o banhista entrar no mar: procurar local próximo ao posto guarda-vida; respeitar as condições do mar e as bandeiras de sinalização, tanto na areia quanto no posto; e qualquer dúvida ou necessidade de ajuda, procurar um guarda-vidas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA