Neste domingo (07), o Brasil inteiro vai às urnas para as eleições. Os eleitores irão votar em seis candidatos: deputado estadual, deputado federal, dois senadores, governador e presidente. Em Navegantes, serão 49.673 eleitores, divididos em 134 seções dentro de 20 locais de votação, segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE/SC).

Com a proximidade da data do pleito, algumas restrições têm sido postas em prática desde a última terça-feira (02). A partir da data até 48 horas após o término da votação de domingo, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, a não ser que seja pego em flagrante ou caso de condenação por crime inafiançável, conforme o artigo 236 do Código Eleitoral.

Esta quinta-feira (04) foi o último dia para algumas atividades: veiculação da propaganda eleitoral gratuita, comícios e debate entre candidatos na tevê e no rádio. Hoje (05) é o último dia para divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita. No sábado (06), será o último dia para uso de alto-falantes, distribuição de material impresso; para carreatas, passeatas e caminhadas; e também será a data em que o Superior Tribunal Eleitoral (STE) fará o sorteio das seções eleitorais em que as urnas serão submetidas à auditoria para assegurar que tudo esteja ocorrendo dentro da legalidade.

Dia de votar

No domingo existem várias proibições. É proibido levar para a urna aparelho celular, máquina fotográfica, filmadora ou qualquer equipamento de radiocomunicação. Ou seja, nada de colinha no celular ou selfie dentro da cabine de votação. Entrar com celular no local é proibido pelo TSE desde 2014. O TSE justifica essa decisão para evitar que eleitores possam ser coagidos no momento do seu voto, sendo obrigados a escolher determinados candidatos. Caso a lei seja descumprida, o eleitor pode ter detenção de até dois anos ou pagamento de multa.

Manifestações

Estão proibidas as manifestações coletivas de apoio a candidato ou partido, sendo permitidas as manifestações silenciosas e individuais de preferência, como uso de adesivo ou camisa, por exemplo. Servidores da Justiça Eleitoral, mesários e fiscais partidários estão proibidos de usar roupas ou objetos com qualquer propaganda de partido político.

Publicidade

Uso de alto-falantes, comícios, carreatas, propagandas de boca de urna, divulgação de material de campanha, publicação de novos conteúdos e impulsionamento de propagandas digitais na internet também estão proibidos no dia da eleição. De acordo com a Resolução TSE nº 23.551/2017, quem for flagrado praticando esses crimes, pode ter de cumprir detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de R$ 5.320,50 até R$ 15.961,50.

Policiamento

Conforme o 25º Batalhão da Polícia Militar de Navegantes, o policiamento ocorrerá em todos os locais de votação da cidade. Não foi informado o número de agentes que irão realizar o serviço. As urnas ficam abertas para votação das 8h às 17h.

DEIXE UMA RESPOSTA