Na manhã da última quarta-feira (14), estiveram reunidos no gabinete do prefeito em exercício Donizete José da Silva (PSB), membros da diretoria da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Navegantes, vereadores, secretários municipais, servidores públicos e imprensa, os quais conferiram pessoalmente a assinatura do convênio realizado entre a Secretaria Municipal de Educação e a Apae, que tem por objetivo a colaboração institucional, com a finalidade de promover atendimentos educacionais aos educandos com deficiência intelectual que não puderem se beneficiar pela inclusão em classes comuns do ensino regular e atuar sobre as condições que gerem desvantagens pessoais resultantes de deficiências ou de incapacidades, conforme plano de trabalho, devidamente aprovado pela pasta da Educação.

Durante a cerimônia de oficialização do convênio, Donizete disse ao público presente que tem uma irmã com necessidades especiais, a qual já obteve atendimento na Apae. Com base em sua própria experiência familiar, o interino frisou a importância desta entidade para as famílias por ela atendidas.

Pediu agilidade

A partir da assinatura do termo, a Prefeitura de Navegantes compromete-se a repassar mensalmente, durante um ano, o valor de R$ 38.628,20 para a Apae. Antes do encerramento do ato, Donizete José prometeu que irá pedir agilidade por parte da Secretaria de Finanças, para que o dinheiro chegue de forma célere àquela unidade de educação especial.

Presidente

A presidente da Apae, Ana Elisa Mamfrim Farias, disse que o período em que a entidade ficou sem as verbas asseguradas pelo convênio agora assinado foi de muitas dificuldades, desta forma, a gestora da associação agradeceu a todos os envolvidos na formulação do termo como a secretária de Educação, prefeito em exercício, prefeito afastado – Emílio Vieira (PSDB) e Câmara Municipal de Vereadores.

Regina Célia

A titular da pasta da Educação, Regina Célia Correia, afirmou que antes da cerimônia para celebração do convênio, fez-se necessário um estudo aprofundado que durou quase seis meses. A secretária lembrou que a transferência dos recursos ora conveniados aconteceu por fazer parte, “do querer do prefeito Emílio Vieira”, citando na ocasião o alcaide que está afastado por problemas de saúde.

Samuel Paganelli

Falando em nome dos vereadores presentes ao ato, Cirino Adolfo Cabral Neto (PMDB) e Murilo Cordeiro (PT), o presidente da Câmara Municipal, Samuel Paganelli, lembrou aos presentes que o Legislativo esteve sempre atuante nas discussões que levaram a termo o convênio celebrado naquela data, destacando especialmente o trabalho de Cirino, que é membro da diretoria da Apae.

DEIXE UMA RESPOSTA