Pipocando candidatos

Passada a eleição geral, é dada largada para a municipal que acontecerá em 2020. A cada dia surgem novos nomes dispostos a entrar na briga, uns desejando desalojar os acetinados glúteos de Emílio Vieira (PSDB) da cadeira de prefeito, outros querendo um lugar na Câmara Municipal. Já publiquei que a dupla Fafá, Fábio Belleli (Top Haus) e Fabio Nilton Cândido (Santo Bulle), é uma opção ao paço. Também desponta no horizonte uma possibilidade com outros empresários que desejam assumir o protagonismo da cena política e quem surge como prefeiturável é o atual presidente da Associação Empresarial de Navegantes (Acin), Rinaldo Araújo.

Apoio de peso

O dono da Navel não pode, por ora, revelar desejo de ser prefeito, por presidir a Acin, mas no fim do mês passará o comando da entidade para Libardoni Fronza, o Liba, sujeito de índole e caráter irretocáveis, dotado de uma capacidade empresarial invejável e um ser humano iluminado. Após deixar o cargo, Rinaldo estará livre para colocar o bloco na rua e assumir tal pretensão. Informalmente alguns movimentos já foram executados, porém, apenas em 2019 deveremos observar ações mais contundentes neste sentido. Quem está no grupo de apoio é ninguém menos que Osmari de Castilho Ribas, o último gentleman do mundo corporativo.

Pipocando candidatos

Passada a eleição geral, é dada largada para a municipal que acontecerá em 2020. A cada dia surgem novos nomes dispostos a entrar na briga, uns desejando desalojar os acetinados glúteos de Emílio Vieira (PSDB) da cadeira de prefeito, outros querendo um lugar na Câmara Municipal. Já publiquei que a dupla Fafá, Fábio Belleli (Top Haus) e Fabio Nilton Cândido (Santo Bulle), é uma opção ao paço. Também desponta no horizonte uma possibilidade com outros empresários que desejam assumir o protagonismo da cena política e quem surge como prefeiturável é o atual presidente da Associação Empresarial de Navegantes (Acin), Rinaldo Araújo.

Apoio de peso

O dono da Navel não pode, por ora, revelar desejo de ser prefeito, por presidir a Acin, mas no fim do mês passará o comando da entidade para Libardoni Fronza, o Liba, sujeito de índole e caráter irretocáveis, dotado de uma capacidade empresarial invejável e um ser humano iluminado. Após deixar o cargo, Rinaldo estará livre para colocar o bloco na rua e assumir tal pretensão. Informalmente alguns movimentos já foram executados, porém, apenas em 2019 deveremos observar ações mais contundentes neste sentido. Quem está no grupo de apoio é ninguém menos que Osmari de Castilho Ribas, o último gentleman do mundo corporativo.

Momento propício

Na eleição deste ano ficou claro que a população deseja mudanças e muitos políticos de carteirinha foram expulsos da vida pública em uma onda renovadora. Nesta toada, é importante destacar que Rinaldo leva vantagem, principalmente por conta do grupo que lhe apóia, com destaque para Castilho que também é um nome a se considerar para prefeito, além de Liba Fronza. Esta turma citada parece o escrete canarinho da Copa do Mundo de 1970, onde bastaria no vestiário jogar as camisas para cima, quem pegasse poderia entrar jogando, porque não tinha gente ruim. Se fizerem a lição de casa de forma correta e mesclarem alguns políticos neste time, será difícil enfrentá-lo.

Não está morto

Feitas as considerações da classe empresarial, não dá para esquecer que no Brasil o instituto da reeleição também é muito forte. No Executivo, poucos candidatos são derrotados quando da renovação do mandato, então Emílio Vieira é peça importante no tabuleiro político. Caso o capilarmente desafortunado alcaide corrija rotas do governo e consiga acelerar o passo nos dois anos que lhe restam de poder, certamente será nome forte para 2020. Mas precisará, antes de tudo, refazer o arco de alianças políticas. Precisa ainda se livrar da banda podre do governo Bob Carlos e engatar a quinta marcha. Tempo ele tem, resta saber se terá vontade ou coragem para mudar.

Ninho tucano

Apesar do desgaste de um longo período no poder, o PSDB, além de Emílio, conta com outro personagem forte, Samuel Paganelli, o vereador mais votado da história de Navegantes. O marido da dona Ana faz o estilo mineiro na política, vai pela beiradas e quietinho, e já demonstrou suas habilidades, tendo a favor o fato de não ter no currículo um cargo eletivo dentro do Executivo, representando desta forma a mudança, apesar de não possuir o rótulo de novo. Pode compor como vice de Emílio ou, caso apareça bem nas pesquisas, assumir a cabeça de chapa. É nome a ser considerado.

Eles não, eles nunca

Vale ressaltar que a banda podre do governo de Roberto Carlos de Souza também deseja assumir o paço. Um grupo formado por corruptos, usurpadores e traíras tem se reunido para tratar do pleito municipal, contando com as estratégias políticas do Quinzinho, aquele ladrão, ex-secretário de Obras. Só cito esta turma porque dentre os postulantes mencionados até aqui, sem dúvida, é quem tem mais dinheiro, fruto do roubo aos cofres públicos. A quadrilha tem apenas um nome para lançar, é a bala de prata desta gentalha, mas o cidadão em questão poderá, até a eleição, estar com os direitos políticos cassados, talvez até preso, basta a Justiça acelerar.

Injustiça

Juro que pretendia não voltar ao assunto Plano Diretor. Se estou de saco cheio de escrever, imagino como está baixa a paciência do leitor. Estão postando em redes sociais insinuações de que o prefeito Emílio poderia ter algo a ver com os crimes cometidos, o que é injusto e descabido, sendo parte da estratégia de quem delinquiu, buscando terceirizar a culpa. A coordenação das ilações está a cargo da primeira dama da cornualha, aquela que foi sem nunca ter sido, a mulher do rabo torto. O Plano Diretor é apenas um dos vários itens que compõem a herança maldita do governo passado. A Câmara deve abrir uma CPI para dar nome aos bois e acabar de vez com esta palhaçada.

SOBE

O Comandante Moisés (PSL) saiu vencedor das eleições em Santa Catarina e já de cara prometeu extinguir as ADR’s, a atitude esperada por seu eleitorado

DESCE

Depois das urnas abertas, uma turma no Brasil que atua, principalmente nas redes sociais, pretende promover um terceiro turno, o que é antidemocrático

DEIXE UMA RESPOSTA