Agora vai!

Finalmente uma boa notícia para quem torce e atua no combate à corrupção em Navegantes. O Ministério Público acaba de criar na cidade a 4ª Promotoria, que ficará responsável pela área da Moralidade Administrativa, exatamente para fiscalizar e investigar possíveis crimes cometidos, por exemplo, no âmbito da Prefeitura. Na frente da missão estará o promotor Marcio Gai Veiga, do qual até agora só se ouve falar que se trata de um profissional dedicado e movido regiamente por ideais republicanos. Pelo que foi dito até aqui, um cidadão que merece o mais absoluto respeito e consideração.

Turma ruim

Espera-se que o doutor Marcio analise por meio de lupa os contratos da Prefeitura com alguns fornecedores, pois, apesar de todos saberem do compromisso ético e moral por parte do prefeito Emílio Vieira (PSDB), atua no seio da administração municipal a banda podre remanescente do governo de Roberto Carlos de Souza, ou se preferirem, o Rei na planilha de propinas da Odebrecht. Hoje um cidadão daquela corja é o responsável por processos licitatórios de mais do que uma secretaria, todos dirigidos e com objetivo de fazer caixa para que esta quadrilha dispute as eleições em 2020.

Pedido ao promotor

Não é só o presente que deve ser analisado, ainda é possível trazer à luz malfeitos da administração passada, hoje escondidos nos armários do paço municipal. Sugiro ao Ministério Público que desenterre os contratos firmados com a empreiteira Policons. Tenho mais de mil páginas desses processos e posso apontar inúmeras falhas e garantir que os desvios atingem cifras na casa dos milhões de reais. Levei este caso ao promotor Jean Michel Forest, coordenador do Gaeco de Itajaí, mas a antiga titular do MP em Navegantes não teve interesse em guiar tal investigação à frente, sabe-se Deus os motivos.

Terreno fértil

Outro fator que precisa atrair a atenção do promotor Marcio Gai Veiga é o enriquecimento de agentes públicos na administração passada, em especial um ex-secretário de Obras, hoje um dos sujeitos mais ricos da cidade, não por sua honestidade. Se o MP parar para analisar o crescimento do patrimônio desse cidadão em especial, e de outros membros do governo de Bob Carlos, faltará algemas e celas no Complexo da Canhanduba para guardar tanta gente, alguns ainda em cargos comissionados na atual administração, que continuam se lambuzando com o dinheiro do contribuinte. Se precisar, me chame!

Exigências do PT

O Partido dos Trabalhados enviou mensagem à imprensa no decorrer da semana, informando a entrega de uma carta ao prefeito Emílio Vieira, em resposta a um pedido que o alcaide teria feito, para que o vereador da sigla, Murilo Cordeiro, tomasse parte da bancada situacionista na Câmara Municipal, no decorrer de 2018. O parlamentar reuniu-se com a cúpula petista e tomou a decisão de declinar do convite momentaneamente, não sem antes listar algumas ações que, sendo executadas, poderiam fazê-lo rever tal decisão. As reivindicações foram entregues em mãos para o alcaide, na quarta-feira (07).

Sem chances

Uma das exigências diz respeito à VPNI, vergonhoso assalto aos cofres públicos, garantido para alguns amigos de Roberto Carlos de Souza, podendo, em um futuro próximo, dizimar os cofres do município, por conta da folha salarial. Diz o texto do PT que Emílio deve – “Instaurar imediatamente procedimentos administrativos visando o não pagamento dos super salários criados através da VPNI (Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável) [SIC]”. As galinhas criarão dentes antes que o prefeito acate tal reivindicação, pois mexeria com o grupo de Bob, gerando rusga irreparável com o antigo mandatário.

Polêmica no ar

Nesta sexta-feira inicia-se o Carnaval e, com ele, com certeza acompanharemos em redes sociais e rodas de conversas, opiniões variadas sobre a pertinência ou não de o Poder Público municipal investir grande monta em recursos para realização da folia de Momo. O viés da tradição é o mais ferrenho argumento utilizado pelos defensores da festa, em especial do Navegay, e uma série de motivos são elencados por aqueles que preferem ver o fim do maior bloco de sujos da região Sul, alguns até em caráter homofóbico e descabido.

Precisa rever

Não entrarei no mérito da discussão, mas ano passado verifiquei com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Receita e cheguei à conclusão de o Carnaval reunir grande número de foliões sem, economicamente, trazer algum benefício, não havendo aumento na arrecadação. Penso que o Turismo, de forma geral, deva ser repensado na cidade e tratado com mais carinho e respeito. Há de se planejar ações e agir para o futuro, buscando a sustentabilidade da festa, que ela se pague, pois saúde, educação e infraestrutura precisam estar acima do Navegay na lista de prioridades da Prefeitura de Navegantes.

Tudo igual

Santa Catarina já tem um deputado presidiário para chamar de seu, o João Rodrigues, do PSD, partido do abjeto governador, Raimundo Colombo. Ao certo Colombo, acusado de receber propina da Odebrecht e JBS, contaminou toda a sigla pessedista, tudo farinha do mesmo saco. É a prova viva que uma fruta podre contamina toda a caixa, pelo menos na esfera estadual.

DEIXE UMA RESPOSTA