Navegantes vem passando por um problema constante. Algo que já foi notícia do passado voltou a ocorrer. Estão furtando fios de energia elétrica da iluminação pública da beira mar nas últimas semanas. Há pelo menos dois relatos da prefeitura sobre a situação. Até o momento, ninguém foi preso pelo crime. A última ocorrência se deu na terça-feira (12).

O crime desta semana ocorreu durante o período da manhã, na avenida Prefeito Cirino Adolfo Cabral, num trecho entre as ruas Adílio Mafra e Luiz Martins, no Centro. Nesta oportunidade, segundo Jair Hipólito Amorim, responsável pelo setor de iluminação pública da administração municipal, foram furtados cerca de 240 de metros de fio, equivalente a uma distância de sete postes.

No início do mês, outro furto ocorrera, também na avenida beira-mar, num trecho entre as ruas Artur Polônio Russi e Comandante Apolinário Brandão, na área central. Na ocasião, foram cerca de 140 metros de fio furtados pelo ladrão.

A suspeita é de que os furtos estejam sendo realizadas pela mesma pessoa, porém, até o momento, as autoridades de segurança pública não conseguiram encontrar o responsável pelo crime. Nas duas ocasiões, foram lavrados boletins de ocorrência pela prefeitura junto à Polícia Militar.

Investigações

Na ocorrência de terça-feira, policiais militares foram acionados e realizaram buscas pela restinga e dunas, encontrando na oportunidade uma pequena quantia do material e restos de fios descascados. Segundo os policiais, isto sugere que os furtos tenham como propósito a venda de cobre. As autoridades competentes continuam investigando, enquanto a PM e a Secretaria de Segurança Pública prometem intensificar as rondas na orla da praia para tentar evitar a reincidência.

Medida de segurança

Segundo a Secretaria de Comunicação Social, estão sendo realizadas medidas de segurança para evitar outros furtos, como soldar as caixas onde estão os fios, e os reparos já foram iniciados para evitar que os navegantinos fiquem no escuro no período noturno na avenida. Trabalha-se com a hipótese de que o ladrão esteja agindo durante o dia, pois à noite os fios ficam eletrificados, o que dificultaria a ação, e que ele esteja cavando embaixo do deque, realizando os furtos por debaixo do passeio de madeira.

Cinco ocorrências

Ao todo, já foram cinco ocorrências dessa natureza na avenida em 2018. Em 25 de janeiro, por exemplo, foram furtados aproximadamente 1,6 mil metros de cabo de energia no calçadão, em trecho entre as ruas Arnaldo Gaya e Doutor Nely Picolli.

Em caso de suspeita ou flagrante de vandalismo, a população pode acionar a Polícia Militar, através do 190, ou denunciar via ouvidoria da prefeitura, no número 156.

DEIXE UMA RESPOSTA