Desde o mês de janeiro de 2018, o serviço militar começou a disponibilizar em todo o território nacional um novo documento que substitui as antigas carteiras de dispensa. Aqueles que se apresentam na Junta Militar de Navegantes agora em diante começarão a receber o novo documento, intitulado de Certificado Militar Único (CMU).

O novo documento não possui foto, mas contém um detalhe mais tecnológico, um código QR para identificação precisa e mais ágil. Porém, só ele não é o suficiente; sempre que necessária for sua utilização, é preciso estar munido de um documento de identidade com foto para comprovar a veracidade do mesmo.

O documento junta em um único formato os Certificados de Dispensa de Incorporação, de Isenção e de Dispensa do Serviço Alternativo. Entretanto, aqueles que possuem os documentos antigos não precisarão fazer o CMU, mantendo sua validade. Porém, os novos alistados e aqueles que requererem segunda via receberão já o novo documento.

Segundo Rogério Cordova Diniz, secretário da Junta do Serviço Militar em Navegantes, o novo documento é mais moderno, trazendo vantagens como a facilidade na identificação e também poderá baixar custos, já que agora poderão ter a assinatura digital dos documentos do 23º Batalhão de Infantaria de Blumenau, o qual o município responde, que até o momento ainda precisava de uma assinatura pessoal do tenente responsável em Blumenau.

Alistamento

Em 2018, estima-se que cerca de 700 jovens que completam 18 anos nesse ano (nascidos em 2000) farão o alistamento. Navegantes é um município não tributário, com excesso de contingente, ou seja, há apenas o cadastro para reserva e os alistados são automaticamente dispensados. As inscrições vão até o dia 30 de junho e a apresentação ocorre entre os dias 01 e 15 de agosto, quando os alistados saberão a data, ainda a ser definida, para juramento à bandeira.

Segunda via

Por mês, cerca de 300 a 400 solicitações são feitas de segunda via do certificado de dispensa militar. Lembrando que, após a dispensa oficializada, o dispensado tem até 90 dias para retirar o documento, caso contrário eles são recolhidos pelo Exército Brasileiro e incinerados. Aqueles que ficam sem a documentação pode perder alguns direitos, desde tirar o passaporte até se inscrever em qualquer instituição de ensino.

Junta Militar

Aqueles que precisam retirar o documento ou solicitar a segunda vida podem entrar em contato com a Junta Militar de Navegantes, localizada na rua Anibal Gaya, 149, no Centro.

DEIXE UMA RESPOSTA